terça-feira, 4 de novembro de 2008

Tô ficando velho

antes, uma explicação... encontrei esse texto em um cd antigo. Ficou escondido por alguns anos e nem me lembrava dele... mas achei muito bacana e agora vou colocar num lugar onde posso achá-lo facilmente... aqui no blog...

Hoje parei pra pensar no tempo. Isso aconteceu quando vi na minha folhinha que estamos chegando próximo de 2006. Não, eu não estava perdido no tempo achando que estava em outro ano e não 2005, nada disso. O fato é que em 2006 eu farei uma idade que me assombrava quando eu era criança: vou fazer 30 anos!

Na minha infância, um sujeito de 30 anos era um cidadão velho. Um cara com seus filhos, sua casa e suas dividas ( se me serve de consolo, as dividas eu já tenho!). Realmente, estou ficando velho, achar um cabelo branco já não é mais novidade e sim fato corriqueiro. Bom pelo menos não vou ficar careca!

Reparando em minha volta, começo a perceber mais evidências de minha velhice prematura.
Vejam só:

- Meus jogadores de futebol favoritos, hoje são técnicos.
- Minhas musicas preferidas, só tocam em programas flashback.
- Tem um monte de cantor(a), que é filho(a) de meus ídolos de adolescência
- Não agüento mais lugares cheios e barulhentos
- Eu chamo Milkbar de Lollo
- Acho ridículo roupa de adolescente
- As marcas que eu usava, não existem mais.
- Não gosto de ir em shows que eu tenha que ficar de pé.
- Reencontro meus amigos, e inicio todas as frases com: “Lembra quando...”

No começo do ano eu fui até a galeria do rock, um garoto se aproximou de uma loja e começou a procurar na vitrine uma camiseta do Queen, eu falei pro garoto: Queen é demais né? E ele me respondeu: Não conheço, quero a camiseta pra dar pro meu tio que vai fazer aniversário!
É, to ficando velho!!!

Estamos caminhando para 2009... e esse texto continua tão atual pra mim. Aliás, não me lembrar desse texto, tê-lo deixado escondido e jogado, adormecido por todo esse tempo... também é um sinal de velhice precoce.

Um comentário:

Wanessa Dedo Verde disse...

Aos 20 já me sinto velha. Quando criança, achava que, aos 20, estaria a um ano de terminar gradução na universidade - fazem dois que eu entrei, faltam quatro pra sair. Bom que estou em duas graduações - a outra dura três anos só... Tenho um emprego meia-boca, mas que dá um pouco de liberdade. Velha acho que mais pela chatice e intolerância. Quero 30 bem melhores que esses 20...
E o ano seguinte parece passar sempre mais rápido que o anterior. Já já estarei velha mesmo lembrando da criança de hoje com saudade.